• Trendy 4u

Uma Mini Academia em Casa: Smart Gym


Minha vida de atividade física não é um primor! Quando criança fazia ballet, mas odiava as aulas de educação física na escola e fazia de tudo para não participar.

Parei o ballet antes de iniciar com a sapatilha de ponta e entrando na adolescência comecei a frequentar uma academia com minhas irmãs, porém sem muito comprometimento.

Passados os anos, e em 1999 comecei a fazer caminhadas e corridas leves pelas ruas do meu bairro, na época o Brooklin Novo, e emagreci uns quilos porém não investi na parte muscular.


Certo dia minha coluna travou, eu deveria ter 19,20 anos de idade e depois de uma radiografia constatou-se uma lordose na coluna e para amenizar dor e corrigir um pouco da postura fui obrigada a fazer fisioterapia e entrei para a natação. A fisio concluí, a natação não durou muito.

Como estava querendo engravidar cerca de 2 anos depois disso, me motivei e por isso iniciei as caminhadas, e a cada dia aumentava alguns minutos.


Pois bem, engravidei, não fiz atividade física constante durante a gravidez. Me matriculei na hidroginástica, mas não fui firme.

Depois de 2 anos engravidei novamente e estava acima do meu peso, tanto é que nem engordei muito nessa segunda gravidez, cerca de 8 kgs.


Porém, depois que tive meu segundo filho, caí em mim, fiz algumas perguntas duras e quebrei a inércia.


Tinha reservas quanto a academias, escolhi uma personal mulher e devagar e sempre fui me acostumando a rotina e pegando gosto pela coisa, tanto é que durante a terceira gravidez continuei atividade física (usando o polar), até o sétimo mês de gestação.


A partir daí e até hoje, minha vida de academia teve altos e baixos, tenho fases e tive um bom tempo onde corria todo mês uma prova de rua. Algumas lesões no meio do caminho, conheci o pilates para tentar evitar uma cirurgia de pubeíte e dentre todas as atividades que já fiz na vida é a que mais me agrada. E me livrou da cirurgia.

Tentei crossfit, mas não me agradava! Acho extenuante e não via a hora da aula acabar.

Passei também um bom tempo jogando tênis, uma forma de fazer um aeróbico sem ser chato como uma esteira por exemplo. É um esporte que gosto muito e pretendo retomar.

Yoga, não tenho paciência! Deveria aprender a desacelerar, mas a aula se arrasta pra passar e não me conquistou.

Mais recente na minha vida, até já fiz uma matéria completa aqui nos site, o Evomove que é uma atividade bem completa e além de conseguir acabar com vários tipos de dor, é uma atividade profilática, já que alinha e equilibra o corpo como um todo.

E também tive contato com uma atividade que peguei amor! A eletroestimulação! São apenas 20 minutos, de treino intenso porém não saio arrastando a língua no chão, longe disso, e o resultado é rápido e eficaz.

Esse ano estava super focada e determinada. Comecei com tudo a eletroestimulação e retomei o pilates super feliz!!!


E aí chegou quem? O tal do corona vírus e todas as restrições que ele trouxe junto.

Ficar em casa me fez redescobrir o prazer de cozinhar e portanto, comecei a comer bem mais do que o normal!!

Certo dia, em um dos grupos de whatsapp, mandaram uma foto de um aparelho que me pareceu o salvador da pátria nesses tempos de restrição.


Ocupando pouquíssimo espaço, de fácil manuseio, leve e capaz de fazer uma variedade enorme de exercícios.


Conversei com o Marcelo que vende o aparelho, tirei várias dúvidas e achei que valeria demais a pena ter essa mini academia em casa.


O aparelho foi entregue em casa e a brincadeira começou.


O equipamento se chama Smart Gym, é multidisciplinar e inovador.

Impressionante a quantidade de variações que é possível fazer nele.


É possível fazer treinamentos de força, exercícios de estabilidade e cardiovasculares e o melhor é que ele tem 7 níveis diferentes de resistência, respeitando assim o limite de cada pessoa.


Isso é ótimo porque a família toda consegue usar, mesmo que cada um tenha um nível de condicionamento físico.


É um step, uma prancha de equilíbrio e um sistema revolucionário de borrachas embutido que permite sete diferentes níveis de resistência na superfície estável ou instável. 

Ao oferecer múltiplas intensidades e opções de resistência, esta nova forma de se exercitar coloca o "princípio da sobrecarga" em vigor – onde resultados máximos são alcançados de forma consistente , segura e eficiente. Considerado uma “mini academia portátil”, homens e mulheres de todos os níveis de aptidão física podem treinar ao mesmo tempo os 3 princípios (cardio, força e equilíbrio) otimizando tempo e potencializando os resultados. 

E porque ele é 3 em 1?


1 - Cardio: Step, pliometria e movimentos aeróbicos de baixo impacto; 

2 - Força: Resistência, definição e tonificação muscular; 

3 - Equilíbrio: Core, Abdominais,consciência corporal, reabilitação e prevenção de lesões.

Quando percebi que a quarentena não seria por pouco tempo e está sendo prorrogada, encontrei nesse aparelho uma solução para não ficar parada!!


Assim, não tenho desculpas!


Passo aqui o contato que pode ser feito através do Insta ou do site se você acha que esse aparelho também pode te ajudar.


Os desafios da vida aparecem sem pedir licença! A nossa reação é o que vai nortear todo o andamento. Podemos nos entregar aos acontecimentos ou podemos buscar novas alternativas. Saúde nunca é demais e equilíbrio é tudo!!!



www.fitwork.com.br

https://instagram.com/lojafitwork?igshid=1oxk3nyzcfwh2


#fitwork #academiaemcasa #trendy4you_ #fitness #atividadefisica #danimollo


35 visualizações
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle

Orgulhosamente criado por Paula Castro